sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

voltar à praia

Olho para fotografias de outros dias e vejo que tomámos caminhos diferentes. Enquanto tudo parecia ser capaz de nos aproximar, agora o areal está mais extenso e é mais difícil chegar ao mar. Descubro tudo aquilo de que queria abdicar e digno-me a vivê-lo com agitação incessante. São rumos que se constróem com o passar dos minutos e que, quando somados, acabam por fazer diferença. Estou apenas a levar outro caminho que não aquele que pensei tomar, porque não fazes parte dele. Saí num apeadeiro por aí e explorei-o até ao mais ínfimo pormenor e é isso que agora faço. Recordações são o que te traz até aqui, nessa tua constante calma e lucidez exasperante que nunca consegui ter.
É como o temporal anunciado que teima em não aparecer e chega o momento em que duvidamos da sua existência. Aquela altura em que o mar já não engole a areia, apenas se afasta para que ela tenha espaço para respirar. Rotas distantes em que não somos o mar que vai e vem sobre a areia, mas antes o mar e a areia. Mesmo quando tudo se assusta com a vinda do temporal, ele decide não vir porque descobriu um outro caminho. Foi, apenas, por outro lado. Deixou de querer abater-se sobre nós e passou a querer ir num outro trilho. Afinal, talvez ele nunca tenha querido vir para cá. Agora, enquanto vai para outro lado que não este, assola tudo por onde passa. Os danos que não causou aqui causa noutro lugar, vive os momentos. A areia já não é um com o mar.
São como as fotografias. Fotografias que antes vi caminharem juntas no mesmo sentido mas que agora vão em direcções diferentes. Não opostas, mas diferentes. Quem sabe, talvez um dia voltem a encontrar-se mais à frente. Pode ser que em vez de mudar de rumo, tenhamos apenas tomado um atalho. Agora a areia é areia e o mar é o mar, pode ser que um dia voltem a ser a praia.

2 comentários:

macaco do 1ºD disse...

Boa Tarde Estimado,

É um prazer contactá-lo e em primeiro lugar elogiar pelo bom blog que expõe a todos nós, leitores.

Envio este e-amil para anunciar a abertura de um novo blog, o "Macaquinhos no Sótão". http://osmacacosdosotao.blogspot.com/

Um blog pensado há muito, mas que só agora decidi abrir.

Gostaria muito de contar com a sua ajuda na promoção deste blog, colocando o link se possivel.

Como é claro, retribuirei sem piscar os olhos em colocar o seu link na minha página!

Espero uma resposta sua.

comboiodecordas disse...

Adorei, está espectacular mesmo. E, apesar de o mar ser o mar, a areia ser a areia e poderem quem sabe, voltar a vir formar uma praia, o que é certo é que o mar vai, mas volta sempre, e acredito que sim, que mar e areia se voltarão a encontrar. É uma boa analogia, devo dizer :)
Beijinho
Rita Bernardo